ADPEP apoia Prêmio de Arte para Pessoas com Deficiência; inscrições estão abertas

O prêmio é apoiado por várias instituições, entre elas a Associação dos Defensores Públicos do Pará (ADPEP), Defensoria Pública do Pará, Ministério Público do Pará, OAB-PA, Governo do Pará, entre outras.

58

Estão abertas até o dia 15 de outubro as inscrições no 3º Prêmio Frida Kahlo de Arte para Pessoas com Deficiência. O Prêmio dará R$ 1.000 para o primeiro lugar, R$ 500 para o segundo e R$ 300 para o terceiro. As inscrições podem ser feitas na sede da Associação Paraense de Pessoas com Deficiência (APPD), instituição organizadora do prêmio em parceria com o Instituto de Artes do Pará (IAP).

O prêmio é apoiado por várias instituições, entre elas a Associação dos Defensores Públicos do Pará (ADPEP), Defensoria Pública do Pará, Ministério Público do Pará, OAB-PA, Governo do Pará, entre outras.

Os candidatos e candidatas podem concorrer nas categorias fotografia, escultura e pintura. Podem participar pessoas de qualquer idade, com qualquer tipo de deficiência, seja física, intelectual, auditiva, … Caso a deficiência não seja visível, a comprovação pode ser feita por meio de um laudo médico no ato da inscrição.

A premiação será no dia 3 de dezembro, no Dia Internacional de Luta da Pessoa com Deficiência.

Segundo a Defensora Pública Felícia Fiuza Nunes, que faz parte da organização junto à APPD, o prêmio surgiu com a proposta de inclusão. “O prêmio Frida Kahlo contribui para a consolidação do empoderamento das pessoas como uma forma de inclusão social, não só pela arte, mas pelo trabalho e a educação. Ele mostra para a sociedade que a pessoa com deficiência pode ser produtiva e participar de todos os movimentos da sociedade”, destaca.

Serviço: A sede da Associação Paraense de Pessoas com Deficiência (APPD) fica localizada na Passagem Alberto Engelhard, 213 – São Brás, Belém.