ADPEP lança Planejamento Estratégico, uma ação inovadora na instituição

Associação está aplicando uma pesquisa para os (as) 239 Defensores (as) Públicos (as) associados (as). O Planejamento Estratégico é uma ação inovadora realizada pela atual gestão da ADPEP. Associadas e associados na capital e no interior do Pará estão recebendo receberão o link virtual do questionário eletrônico que deve ser preenchido até o dia 15 de março.

73

A Diretoria da ADPEP participou da reunião do fechamento dos preparativos para o lançamento da 3ª etapa do Planejamento Estratégico da Associação dos Defensores Públicos do Pará (ADPEP). Na ocasião, a consultora de planejamento estratégico Nylma Maneschy mostrou à Diretoria que todas as etapas do processo de elaboração do plano foram cumpridas, e que a Associação se prepara para aplicar a pesquisa para os (as) 239 Defensores (as) Públicos (as) associados (as) à Entidade de Classe. O Planejamento Estratégico é uma ação inovadora realizada pela atual gestão da ADPEP.

Através dessa ferramenta organizacional todos (as) os (as) associados (as), na capital e no interior do Pará, receberão o link virtual do questionário eletrônico que deve ser preenchido até o dia 15 de março do corrente ano. “O planejamento visa a participação das associadas e associados na construção coletiva de ideias para que possamos definir metas de crescimento e desenvolvimento das ações associativas e que representem os interesses da carreira de forma contínua e focada na valorização da atuação defensorial, na consolidação do acesso à justiça mediante a presença efetiva dos serviços públicos prestados pela Defensoria Pública em todas as unidades de nosso estado, bem como na luta pelo fortalecimento institucional através do reconhecimento da sociedade e dos Poderes Constituídos no que concerne à efetivação da norma constitucional sobre nossa independência administrativa, financeira e orçamentária, nos permitindo ocupar espaços e garantir direitos dos que mais necessitam ser reconhecidos como cidadão e ter seus direitos salvaguardados dos arbítrios de quem não os reconhecem”, explica a Presidente da Associação dos Defensores Público, Mônica Belém.

Segundo Nylma Maneschy, para fazer o diagnóstico da ADPEP, está sendo usada a metodologia Estretegic Governace Canvas. “É uma metodologia de governança, inovadora. Vamos alcançar o público alvo, que é associados (as) e aposentados (as) da ADPEP”, explica.

O resultado dessa pesquisa será tornado público em breve e Nylma explica que ele será a base da metodologia do planejamento. “Essa pesquisa com todos (as) os (as) associados (as) é um instrumento do Planejamento Estratégico. Nós vamos tirar da pesquisa os elementos fundamentais para a construção do Painel Canvas, que vai delinear o planejamento da Associação para o ano de 2019”, esclarece.

O processo conta com cinco etapas. Na 1ª estrutura-se o processo de planejamento, na 2ª formula-se o questionário da pesquisa, na 3ª aplica-se o questionário da pesquisa, na 4ª tabula-se os dados no modelo Canvas e na 5ª publica-se os resultados, fechando o processo de planejamento. A Diretoria da ADPEP, a partir dos membros, foi a pioneira nas respostas do questionário da pesquisa. O grupo expôs o que pensa e o que espera da ADPEP. Em seguida, aplicou-se a proposta piloto, com 10 Defensores,  entre os ativos e aposentados, da capital e do interior, de modo a ajustar o questionário. “Agora, nesta terceira etapa, vamos atingir o maior número possível de associados (as) em todo o estado do Pará e até mesmo aqueles (as) associados (as) aposentados (as) que residem em outros estados do País. Depois, tudo isso será transformado em ações concretas por meio da ADPEP”, explica Nylma.

Nylma já aplicou essa metodologia em diversas instituições, entre elas órgãos das esferas federal, estadual e municipal, a exemplo do Tribunal do Trabalho da 8ª Região, Alfândega do Aeroporto Internacional de Belém, Associação das Universidades da América Latina, entre outros.

“A partir do momento que apliquei essa e outras metodologias nas instituições, e pude acompanhar e monitorar seus processos e resultados, todos os casos foram de sucesso. Eu atuo há 18 anos com planejamento estratégico e ajudo a identificar o potencial da instituição, o que precisa melhorar e quais suas proposições. No caso da ADPEP é importante que esse feedback venha das associadas e dos associados para se atingir a finalidade associativa. O objetivo da pesquisa é definir metas e alcançar resultados em prol de todos”, diz Nylma.